quarta-feira, 28 de novembro de 2007

*Sete Noites Sem Dormir*



Sinto nojo das banalidades decorrentes ao longo do dia,
Lutar para quê?
Enquanto meu suor se confunde com lágrimas
E minhas palavras exaltam intensa dissonância,
Você prostitui seus sentimentos com alegria.

Tentei reconstituir minha vaga percepção do mundo,
Percebi que os fracos ganharam espaço...
As roupas rasgadas seria meu espetáculo,
Mas não faz sentido recorrer à violência.

Perdeu-se por ai a verdadeira identidade dos sentimentos...
Hoje me alucinei mais um pouco,
Senti amor
Senti ódio
Senti falta
Só não senti vontade.

O meu nojo continua,
Talvez acabe quando vomitar para você as minhas revoltas...
Talvez acabe quando chorar abraçada ao vidro vazio...

Perdeu-se por ai a verdadeira identidade dos sentimentos...

By Camila Passatuto




"UMA MULHER QUE FAZ PENSAR"
Recebi um prêmio da Tati Mendes do Tomates Verdes Fritos, o selo "Uma mulher que faz pensar"
=)

19 comentários:

Victória disse...

Profundo, mas mto bom!!
Parabéns, escreves mto bem!!
(Y)

BjO

Antonoly disse...

O importante é "sempre botar pra fora" o que está nos incomodando!
Beijos!

www.ooohay.wordpress.com

Tatiana C. Mendes disse...

Nossa, Camila. Mais uma vez você fazendo pensar com suas belas e bem colocadas palavras! Vim ao seu blog é realmente um "banho de reflexão! Mas bem, estou aqui justamente por isso:

Tem um selo para você lá no meu blog (http://tomates-verdesfritos.blogspot.com/2007/11/mulher-que-faz-pensar.html), se você quiser pegar. Se não quiser, tudo bem, fica valendo a indicação, que de fato é verdadeira.

Um abraço,
Tatiana

Alice disse...

uma verdadeira poetisa!!!

^_^V

slim shady disse...

belo texto,eu adoro o jeito que você escreve,mesmo seus textos serem sempre um desabafo.Só espero que Esta "fase" de banalidades e rotinas passe logo.

abraço.

http://cinemaafinseumadosedewhiskey.blogspot.com/

João Felipe disse...

Visto neles uma fantasia
Mal feita, mas não por mim
É uma pobre imagem fria
Refletida em espelhos sem fim







Ofício Literário

Um depósito virtual de teoria e prática literária.

http://oficioliterario.wordpress.com/

blog disse...

Continue a escrever...sempre.

Thaynne disse...

Oie
Muito bom o poema parabéns vc escreve muito bem ^^

bjim

S4ltimb4nco disse...

Acho que já havia deixado alguns comentários protestando quanto a demora de mais um poema.
Estava louco pra ler mais alguma coisa que vc viesse a escrever.

E a espera valeu a pena
Gostei muito.
Repetindo o que já disse: vc escreve muito bem.

té mais
bjos

R Lima disse...

Primeira vez aqui e contente por conhecer mais um blog de fino pensar..

Parabéns,




Texto de hoje: sEnsAçõEs...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Solanno Mattos Rodriguez disse...

bonitooo

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Gostei do seu estilo de escrever, embora na minha opinião meio melancólico, mas bem escrito!
Parabéns pelo selo, merecido.
Bjkssss

Mano Guardanapo disse...

Parabéns pelo premio

young vapire luke lestat news disse...

Cada dia que passa seus poemas estão mais intensso e bello .

mille baci per te, voluta amica.


Lukkas sakssida

Poly: http://polypop.net/ disse...

belo texto!!!
mto bom
bjuxxxxxxxx

Anônimo disse...

Parabéns pelo premio;;

Lunaticidades disse...

Sim, você ajuda a refletir.

Parabéns pelo prêmio!!

*^.^*

Tatiana C. Mendes disse...

Estou de volta... Tem um selo de “Elite” pra você aqui:
http://tomates-verdesfritos.blogspot.com/2007/12/blog-de-elite-234.html.

Abraços!

LiiiH** .... =] disse...

Muuito bom!
parabens!
adorei!

beijoos